Logotipo branca Jurua 24horas
Pesquisar
Close this search box.

Só o Acre e mais cinco estados obedecem prazo para perícias do INSS

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou, sob a relatória do ministro Aroldo Cedraz, auditoria na gestão de benefícios por incapacidade do Ministério da Previdência Social e do Instituto

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou, sob a relatória do ministro Aroldo Cedraz, auditoria na gestão de benefícios por incapacidade do Ministério da Previdência Social e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS): no benefício por incapacidade previdenciária e no benefício de prestação continuada (BPC) à pessoa com deficiência. A auditoria foi publicada em abril deste ano.

“De forma mais específica, o escopo da nossa ação fiscalizatória abrange a avaliação da eficiência e da conformidade da gestão desses benefícios, com foco na perícia médica. Foram examinados os setores com a atribuição de gerenciar os benefícios por incapacidade, cuja despesa foi de R$ 152,1 bilhões, correspondente a 10,2 milhões de benefícios em 2022”, detalhou o ministro-relator do processo no TCU, Aroldo Cedraz.

O tempo de espera para a realização das perícias médicas não obedece ao prazo normativo. É que o tempo médio de agendamento ativo para realização de perícias médicas, mensurado em setembro de 2023, foi de 82 dias, superior ao prazo limite de 45 dias.

“Apesar de o tempo de espera médio nacional para realização de perícias médicas ter sido de 82 dias, a espera ultrapassa 200 dias em Rondônia (247 dias), Tocantins (226 dias) e Amazonas (221 dias), para os benefícios previdenciários por incapacidade. Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima e Acre atendem em 45 dias”, alertou Cedraz.

Já no que diz respeito ao BPC das pessoas com deficiência, o tempo médio ultrapassa 200 dias nos Estados de Rondônia (289 dias), Tocantins (273 dias), Amazonas (267 dias), Alagoas (241 dias) e Piauí (229 dias). Somente Espírito Santo, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima e Acre atendem no prazo de 90 dias (Recurso Extraordinário 1.171.152/Santa Catarina, do STF).

A auditoria apontou que os peritos médicos cumprem, em média, jornada de trabalho de atendimento pericial inferior a 50% da prevista em lei.

Por Ac24horas 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

O Sebrae, em particular, busca incentivar a economia local, promovendo um relacionamento mais direto entre fornecedores, parceiros e potenciais clientes ao longo dos dias de exposição.
O trabalho, que envolveu a busca por paus grandes e a instalação de quatro postes de segurança, contou com a união e o esforço dos moradores.

Na tarde desta segunda-feira, 24 de junho, por volta das 16h, um assalto à mão armada abalou o Comercial Farias, localizado na esquina da Avenida 25 de Agosto com a

Na tarde desta segunda-feira, 24 de junho, por volta das 16h, um assalto à mão armada ocorreu no Comercial Farias, localizado na esquina da Avenida 25 de Agosto com a

Jamille utiliza o cipó titica como material principal para a confecção dos filtros dos sonhos. No entanto, a diversidade de cores de linhas na cidade é limitada, o que a
Em fevereiro deste ano, uma comissão acreana que foi à capital federal pleitear a volta do Acre ao programa Minha Casa, Minha Vida confirmou que a solicitação foi atendida.
Gonzaga ressaltou a importância da integração comercial entre Brasil e Peru e destacou que tanto o Acre quanto Cusco têm um grande potencial que pode gerar desenvolvimento para as duas
De acordo com a Associação de Servidores do Ibama e ICMBio Acre (ASISBAMA/AC), o Governo Federal não deixou alternativa para a categoria, já que fechou a Mesa de Negociação.
Não existem mais publicações para exibir.
Categorias